São João Maria Vianney

4 de Agosto | Santo(a)

Conhecido por Cura D’Ars, o santo do dia 04 de agosto nasceu no ano de 1786 em Dardilly. São João Maria Vianney enfrentou um período difícil, no qual a França era abalada pela Revolução Napoleônica.

Patrono de todos os vigários, o santo do dia de hoje era um camponês de mente rude. Ele vinha de uma família de origem simples e muito religiosa e desde novo percebeu sua vocação para a vida de sacerdócio. Contudo, antes de sua consagração, São João Maria Vianney chegou a ser um desertor do exército. Isso aconteceu porque ele não conseguia acertar o passo com o seu batalhão.

O santo do dia 04 de agosto era um cristão que tinha intimidade com Jesus Cristo, Nosso Senhor. Ele era servo de Nossa Senhora, a Virgem Maria, e vivia uma vida penitencial. Tanto é que, apenas graças à vida de piedade foi que ele conseguiu entrar no sacerdócio, afinal não conseguia acompanhar intelectualmente as exigências do estudo de Filosofia, Latim e Teologia da época. O santo só começou a ler e escrever quando tinha 18 anos de idade.

Foi ajudado por um antigo e amigo vigário que João Maria Vianney conseguiu se tornar sacerdote. Ele aceitou ser pároco em uma pequena aldeia pagã conhecida como Ars. Lá o povo era dado aos vícios, cabarés, bailes, bebedeiras, trabalhos aos domingos e blasfêmias. Era tanto pecado que o próprio santo do dia de hoje chegou a suspirar “Neste meio, tenho medo até de me perder”.

É de dentro da lógica da natureza que surge o medo, mas é na Graça que encontramos a coragem. Com o rosário em suas mãos, ajoelhado diante do Santíssimo, testemunho de vida, sede pela salvação de todos além de uma grande disponibilidade de catequizar foi que o santo atendeu não apenas ao povo local assim como também ao de fora no Sacramento da Reconciliação.

Durante 40 anos de sua vida o santo do dia de hoje se consumiu por causa dos demais. Chegava a passar 18 horas dentro de um confessionário e lá se alimentava somente de batata e pão.

São João Maria Vianney viveu até os 73 anos de idade e foi para o povo um exemplo de progresso e construção de uma ferrovia (que permitia a visita dos peregrinos), além de símbolo de santidade, dedicação e também de perseverança na construção do caminho da salvação.

Calendário

Destaque

Novena de São José - Dia 1
Ronney e Karine
Diferente.tv
© Copyright 2019

Jesus não é uma ideia, um sentimento, uma recordação! Jesus é uma pessoa, sempre viva e presente conosco!

São João Paulo II

DESENVOLVIDO POR 3PIXELS